Waldorf e Montessori: linhas pedagógicas do ensino inclusivo
 

Waldorf e Montessori: linhas pedagógicas de ensino inclusivo

Waldorf e Montessori: linhas pedagógicas de ensino inclusivo

O ensino inclusivo é uma ótima linha pedagógica para escolas que buscam a valorização do emocional, da imaginação e a criatividade.

Os métodos de ensino inclusivo Waldorf e Montessori são revolucionários e inovadores na forma de ensinar. São métodos desenvolvidos fora do modo tradicional de ensino, que valorizam muito mais a individualidade e a formação lúdica e criativa das crianças. O que poucos sabem é que a metodologia Waldorf e a Montessoriana, apesar de se assemelharem por serem alternativas à educação tradicional, são bem diferentes conceitualmente.

Semelhanças

A grande semelhança que une esses métodos alternativos de ensino inclusivo é a ênfase em diversas inteligências do indivíduo, como a educação mental, moral, emocional, entre outras. A educação tradicional, por outro lado, visa intensamente o desenvolvimento cognitivo e mental, e muitas vezes é excludente para crianças que não aprendem de uma forma simples e habitual. Já os métodos de ensino Waldorf e Montessori respeitam a individualidade da criança, e ensinam de diversas maneiras, por meio da natureza, da música, da criatividade, entre outras formas. Ambas as linhas também são muito severas com o uso indevido da tecnologia, como celulares e televisões.

Método Waldorf

A educação Waldorf foi iniciada em 1919 por Rudolf Steiner, um filósofo austríaco que desenvolveu a metodologia a pedido do dono da fabrica de cigarros Waldorf. Nesse sistema de ensino inclusivo, as crianças são estimuladas a realizar diversas atividades “faz de conta”, onde o professor auxilia a criança a trabalhar suas fantasias e sua criatividade. Não existe repetência e os alunos são agrupados para que recebam uma melhor atenção do tutor.

Durante os primeiros sete anos de vida, os alunos mexem com arte, música e dança, com enfoques especialmente sensoriais.  É uma fase mais lúdica, desenvolvendo o sistema psicomotor, e a alfabetização ainda não é iniciada.

Já na segunda fase, dos 7 aos 14 anos, começam os desenvolvimentos cognitivos aprendidos em escolas tradicionais, como ler e escrever. Também potencializam a imaginação a partir de atividades como escultura, jogos didáticos, música, natação, atletismo e etc. É uma fase que dá enfoque ao ensino emocional, buscando a maturidade das crianças. Um tutor sempre acompanha o crescimento dos alunos da instituição.

Na terceira fase, dos 14 aos 21 anos, a busca é o amadurecimento do pensamento crítico, autônomo. Buscam  a real e a verdade, usam máquinas para realizar artesanatos, costuras, teares, eletricidade, arte cinematográfica entre outras.

Método Montessori

O método Montessoriano foi fundado por Maria Montessori, primeira médica mulher da Itália. Trouxe as tarefas diárias dos adultos como brincadeiras para as crianças, para que elas aprendessem a cuidar de si mesmas desde a pré-escola. É um ensino inclusivo focado nas preferências do aluno,  que escolha as tarefas que deve realizar.

Para o desenvolvimento da linguagem e da escrita, entre outras disciplinas do ensino tradicional, foram criados materiais sensoriais. As crianças são introduzidas as diferentes  variações do mundo, usando essas experiências para novas criações. O professor apresenta novos conceitos para pequenos grupos ou individualmente, e as crianças são estimuladas para ensinar umas às outras. As crianças aprendem desde cedo a fazer pesquisas e sempre ir além do que o demonstrado pelo professor.

No método Montessoriano, é muito indicado que as crianças aprendam do modo mais autônomo e individual possível, onde são protagonistas de seu desenvolvimento. Apesar disso, ainda é dever dos pais e professores auxiliar essas atividades, tentando buscar adaptar a brincadeira à realidade.

Essas são as principais características de ensino inclusivo das linhas não tradicionais mais famosas e cultuadas da atualidade. É importante acompanhar diferentes metodologias pedagógicas para manter a sua escola sempre atualizada e por dentro da educação inclusiva que prioriza a individualidade dos alunos. É valorizando a diferença que se valoriza a educação!

Até mais!

Ateliê Urbano
atelieurbano@atelieurbano.com.br

Unir criatividade, técnica e inovação em seus projetos é o sonho de todo arquiteto, e quando o Ateliê Urbano nasceu em 2003 era esse o nosso objetivo. Hoje nos sentimos realizadas em ver que nosso trabalho nos fez conseguir algo ainda maior do que o objetivo inicial. Hoje realizamos sonhos.

Sem comentários

Faça um comentário

× Fale com nosso time!